Gramática Online: Análise Sintática II (parte 7) – Orações Subordinadas Reduzidas



Seu objetivo: entender como as orações subordinadas podem ser reduzidas.
Observação: para entender esse assunto, você precisa saber as formas nominais do verbo (infinitivo, gerúndio e particípio). Relembre aqui.

As orações subordinadas são introduzidas na oração principal por meio de um elemento conector que as ligam à oração principal. Porém, as orações subordinadas podem aparecer sem esse conector. Veja o exemplo abaixo:

Exemplo: “É fundamental que você fale a verdade”. A oração subordinada começa com o conector “que”.  Você pode tirar o “que” e reduzir o tamanho da oração escrevendo o seguinte: “é fundamental você falar a verdade”. Veja que o verbo se transformou (“fale” se transformou em “falar”, indo para a forma infinitiva). Sempre que você tirar o elemento conector, o verbo se transformará no infinitivo, no gerúndio ou no particípio (formas nominais).

Oração Subordinada Reduzida: ocorre quando retiramos o elemento conector da oração e mudamos o verbo da oração subordinada para uma das três formas nominais (infinitivo, gerúndio ou particípio). Então, a nova oração será chamada conforme a forma nominal do novo verbo (reduzida de infinitivo, reduzida de gerúndio ou reduzida de particípio).

Exemplo 1: “Os estudantes que vieram de Manaus gostaram de Porto Alegre”. A oração “que vieram de Manaus” é uma oração subordinada adjetiva restritiva. Você pode reescrevê-la da seguinte maneira: “os estudantes vindos de Manaus gostaram de Porto Alegre”. Agora, a oração subordinada se transformou numa oração subordinada adjetiva restritiva reduzida de particípio, já que o verbo (vieram) se flexionou no particípio (vindos), permitindo a saída da conjunção “que” e reduzindo, assim, o tamanho da oração. 

Exemplo 2: “Quando a aposentadoria chegar, ele vai viajar para Acapulco”. A oração subordinada é do tipo adverbial temporal. Podemos reduzi-la da seguinte maneira: “Chegando a aposentadoria, ele vai viajar para Acapulco”. Como o verbo “chegar” se transformou em “chegando” (gerúndio), então a oração “chegando a aposentadoria” é uma oração subordinada adverbial temporal reduzida de gerúndio.

Exemplo 3: “É importante que você leia este livro”. A oração subordinada substantiva subjetiva pode se reduzir do seguinte modo: “é importante ler este livro”. Como o verbo mudou de “leia” para “ler” (que está no modo infinitivo), então a nova oração será classificada como oração subordinada subjetiva reduzida de infinitivo.
                                                                                                                                              

Nenhum comentário:

Postar um comentário