Gramática Online: Classes Gramaticais – Verbo (Parte 1): Conceitos Iniciais



Seu objetivo: Entender os conceitos básicos do verbo: formas nominais, pessoa, número, tempo, modo e conjugação.   

Verbo: é a palavra que expressa ações, fenômenos ou estados.

Exemplos: correr, nadar, pensar, escrever, pular, falar, ser, estar, ficar, anoitecer, chover.

Formas Nominais: é a forma que o verbo termina. As formas nominais do verbo são as seguintes: infinitivo, gerúndio e particípio.

Infinitivo: O verbo estará no infinitivo se terminar em AR, ER ou IR.
Exemplos: nadar, calar, cantar, beber, correr, esquecer, cair, dirigir, sorrir. 

Os terminados em AR são verbos de primeira conjugação (cantar, nadar, roubar, falar, etc), os terminados em ER são verbos de segunda conjugação (vender, correr, beber, esquecer, etc) e os terminados em IR são verbos de terceira conjugação (partir, cair, rir, mentir, sorrir, etc).

Observação: O verbo “pôr” e seus derivados (compor, depor, repor, etc) são verbos considerados de segunda conjugação (terminado em ER), pois a forma antiga do verbo “pôr” é “poer” (segunda conjugação).

Gerúndio: O verbo estará no gerúndio se ele terminar em ANDO, ENDO ou INDO.
Exemplos: nadando, viajando, correndo, escrevendo, sorrindo, partindo.

Particípio: o verbo estará no particípio se ele terminar em ADO ou IDO.
Exemplos: dançado, cantado, viajado, soluçado, vendido, bebido, caído, rido, sorrido.

Existem também os particípios irregulares, que fogem dessa regra e alguns verbos aceitam as duas formas (particípio regular e irregular). Exemplo: o verbo “imprimir” aceita dois particípio. O particípio regular é “imprimido” (o documento foi imprimido) e o particípio irregular é “impresso” (o documento foi impresso).

Número e Pessoa

“Algo” ou “alguém” realiza a ação descrita pelo verbo, ou seja: algo ou alguém realiza a ação de cantar, de nadar, de vender, etc. Esse algo ou alguém é chamado de pessoa. Ao todo, existem três pessoas:

Primeira Pessoa: EU
Segunda Pessoa: TU
Terceira Pessoa: ELE

Essas pessoas podem variar quanto ao número, ou seja: podem variar no singular ou no plural. O plural de EU é NÓS, o plural de TU é VÓS e o plural de ELE é ELES. Sendo assim:

Primeira Pessoa do Singular: EU
Segunda Pessoa do Singular: TU
Terceira Pessoa do Singular: ELE
Primeira Pessoa do Plural: NÓS
Segunda Pessoa do Plural: VÓS
Terceira Pessoa do Plural: ELES

Conjugação

As pessoas do discurso conjugam os verbos, ou seja: para cada pessoa, o verbo é escrito (é conjugado) de um modo diferente.

Exemplo: o verbo CORRER pode ser conjugado da seguinte maneira: Eu corro, tu corres, ele corre, nós corremos, vós correis, eles correm.

Tempo

A conjugação pode variar no tempo, ou seja: a ação pode ser expressa no passado, no momento atual ou no futuro. O passado é chamado de “pretérito” e o momento atual é chamado de “presente”.

Exemplo: o verbo CANTAR pode ser uma ação expressa no pretérito (CANTOU), no pretérito (CANTA) ou então no futuro (CANTARÁ).

Modo

A conjugação também pode variar de acordo com o modo. Existem três modos: indicativo, subjuntivo e imperativo.

Modo indicativo: é uma afirmação concreta. Exemplo: eu ando, eu cantarei, eu disse.

Modo Subjuntivo: a afirmação é expressa com dúvida. Exemplo: Talvez eu ande, se eu cantar, talvez eu diga.

Modo Imperativo: a afirmação é expressa como uma ordem ou um pedido. Exemplo: abra, anda, diga, fala.

Conclusão

Um verbo pode ser escrito de inúmeras maneiras. Para cada pessoa (eu, tu, ele, nós, vós, eles) de cada tempo (pretérito, presente, futuro) de cada modo (indicativo, subjuntivo, imperativo) um verbo pode ser escrito de um jeito. Ou seja: um único verbo pode ser escrito de dezenas de maneiras diferentes. Porém, essas maneiras seguem um padrão, um modelo que pode ser aplicado à maioria dos verbos. Agora nós vamos estudar esses modelos, que são os modelos de conjugação. 

Próximo assunto:Verbo (modo indicativo)

2 comentários:

  1. "Você" é da primeira, segunda ou terceira pessoa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daniel

      "Você" é um pronome de tratamento (assim como "Vossa Majestade", "Vossa Alteza", etc) e o verbo deve ser conjugado na terceira pessoa (como se fosse "ele" ou "ela"), mesmo que "você" tenha o mesmo sentido de "tu" (segunda pessoa)

      Exemplos:

      Você foi ao cinema (ele foi)
      Vocês vão dançar (eles vão dançar)
      Você está assustada (ela está assustada)

      Resumindo: "você" (pronome de tratamento) tem o mesmo sentido de "tu" (pronome pessoal do caso reto). Usamos "você" e "tu" para nos referirmos à segunda pessoa do discurso (pessoa com quem se fala). Em algumas regiões do Brasil (como no Rio Grande do Sul) é mais comum se usar "tu", enquanto que em outras (como no Rio de Janeiro) é mais comum se usar "você". Porém, o verbo que usamos com "tu" é conjugado na segunda pessoa ("tu cantas"), enquanto que o verbo que usamos com "você" é conjugado na terceira pessoa ("você canta"/"ele canta").

      Excluir