Gramática Online: Análise Sintática (parte 4) – Objeto e Transitividade Verbal



Seu objetivo: entender os tipos de objetos (direto e indireto) e compreender a transitividade verbal.

Já vimos que o sujeito é o responsável por realizar a ação verbal. Porém, isso geralmente não é o suficiente para construir uma oração, porque o sentido do verbo pode ficar incompleto.

Na oração “João comprou”, o sujeito é “João” e o verbo é “comprou”. Porém, a oração não está completa porque o sentido do verbo está incompleto. Para completar o sentido do verbo, nós precisamos explicar o que João comprou.

Então nós precisamos de um complemento verbal, que poderia ser: “João comprou um tênis”. Pronto: agora a oração está com o seu sentido completo graças à expressão “um tênis”, que está completando o sentido do verbo “comprar”. Essa expressão é chamada de Objeto.

Objeto: é o termo da oração que completa o sentido do verbo e pode ser classificado em: objeto direto e objeto indireto.

Objeto Direto: ocorre quando não existe nenhuma preposição entre o verbo e o objeto. Exemplo: “Roberto vendeu o carro”, “Eles limparam o quarto”.

Objeto Indireto: ocorre quando existe uma preposição entre o verbo e o objeto. Exemplo: “Laura gosta de maçã”, “Fernando foi ao cinema”.

Antes que você pergunte: “ao” é a união da preposição “a” com o artigo “o”. Logo, o objeto é indireto por causa da preposição "a" (que se une ao artigo "o"). A preposição “a” também pode se unir com o artigo “a”, formando a crase (à). Se eu falar que "Laura gosta da laranja", a preposição "de"se juntou com o artigo "a", formando "da". As preposições podem se combinar com outras palavras. 

Transitividade Verbal: é a análise da transitividade dos verbos. Os verbos podem ser: transitivos diretos, transitivos indiretos, transitivos diretos e indiretos ou intransitivos.

Verbo Transitivo Direto: é aquele que exige um objeto direto. Exemplo: “Compramos o livro”.

Verbo Transitivo Indireto: é aquele que exige um objeto indireto. Exemplo: “Eu gosto de filmes de ação”.

Verbo Transitivo Direto e Indireto: é aquele que exige dois objetos (um objeto direto e um objeto indireto). Exemplo: “Entreguei o relatório ao chefe”. O verbo “entregar” é transitivo direto e indireto, pois ele exige um objeto direto (o relatório) e um objeto indireto (ao chefe).

Observação: os objetos podem ser representados por pronomes (que são as palavras que substituem outras palavras). Ao invés de falar que “eu entreguei o relatório ao chefe”, eu posso dizer “eu entreguei-lhe os relatórios”. O pronome “lhe” equivale “ao chefe”. Logo, “ao “João” (da primeira oração) e “lhe” (segunda oração) são objetos indiretos.

Verbo Intransitivo: é aquele que não precisa de nenhum objeto para fazer a oração ter sentido. Exemplo: “Arnaldo morreu”.  

Próximo assunto: Complemento Nominal
Assunto anteriorVozes Verbais


Um comentário: