Gramática Online: Fonologia (parte 1) – fonema


Seu objetivo: entender o que é fonema.

Letra e fonema: o fonema é o som verdadeiro das palavras (do modo em que as pronunciamos) e a letra é a representação gráfica desses fonemas.

Exemplo 1: Nós escrevemos CASA, mas na realidade falamos CAZA (o “s” tem o som de “z”). Portanto, CASA é a representação gráfica com letras e CAZA é o modo que nós realmente pronunciamos a palavra, já que, nesse caso, a letra “s” tem o mesmo fonema da letra “z” (mesmo som).

Exemplo 2: A palavra HOTEL tem cinco letras (h, o, t, e, l), mas tem quatro fonemas (porque nós falamos OTEL, ou seja: a letra “h” não tem som e, portanto, não conta como fonema).

Exemplo 3: A palavra CARRO tem cinco letras (c, a, r, r, o), mas o RR tem um único som, ou seja: um único fonema. Portanto, as letras RR correspondem a um mesmo som. Logo, se separarmos os fonemas entre barras, nós pronunciamos a palavra assim: /C/  /A/  /RR/  /O/. Ou seja: a palavra CARRO tem quatro fonemas (porque RR conta como um fonema só, um som só). 

Exemplo 4: A palavra TÁXI tem quatro letras, porém ela tem cinco fonemas (porque nós falamos TÁCSI). Ou seja: a letra “x”, quando pronunciada em TÁXI, tem o som de “CS”. Isso significa que uma letra pode ter mais de um fonema.


Conclusão: o número de fonemas não tem relação com o número de letras. Uma palavra pode ter mais ou menos letras do que fonemas (ou então pode ter o mesmo número de letras e de fonemas). Para saber o número de fonemas, você precisa pensar na palavra exatamente como ela é pronunciada (CAZA, OTEL, TÁCSI). Então, basta contar (CAZA tem quatro fonemas, OTEL tem quatro fonemas e TÁKSI tem cinco fonemas). 

Próximo assunto: Semivogal e Ditongo

Nenhum comentário:

Postar um comentário