Gramática Online: Análise Sintática (parte 9) – Predicativo do Objeto x Adjunto Adnominal x Complemento Nominal



Seu objetivo: saber diferenciar o predicativo do objeto do adjunto adnominal e do complemento nominal.

Você já viu a diferença entre adjunto adnominal e complemento nominal em outra postagem. Você viu que para diferenciar os dois você precisa analisar três fatores: termo acessório x complemento, concreto x abstrato e passivo x ativo. Clique aqui caso queira rever isso novamente.
Agora, vamos diferenciar cada um deles do predicativo do objeto.

Predicativo do Objeto x Adjunto Adnominal

O adjunto adnominal é um termo acessório, ou seja: que “enfeita” a oração dando uma característica a mais (relembre a postagem sobre adjunto adnominal clicando aqui). Logo, o adjunto adnominal (assim como o adjunto adverbial) pode ser retirado da oração sem prejudicar o sentido original. Já o predicativo do objeto não é um termo acessório: ele não pode ser retirado da oração porque ela precisa dele para ter sentido.

Exemplo 1: “Eu considero o curso excelente”. O sujeito é o pronome “eu”, o verbo “considerar” é transitivo direto e o termo “o curso” é o seu objeto direto. Se eu tirar “excelente” da oração, então ela ficará incompleta: “eu considero o curso...”. Logo, “excelente” não pode ser adjunto, porque a oração precisa desse termo para poder ter sentido. Portanto, “excelente” só pode ser predicativo do objeto, pois a oração precisa de “excelente” para poder ter sentido e “excelente” dá um característica ao objeto “o curso” (o curso é excelente).

Exemplo 2: “Eu considero o curso de inglês excelente”. Esse exemplo é igual ao anterior, sendo que nós acrescentamos o termo “de inglês”. Se tirarmos o termo “de inglês”, ficamos com: “eu considero o curso excelente”. Ou seja: a oração continua fazendo sentido; o sentido original não foi afetado. Logo, o termo “de inglês” é um termo acessório, que pode ser retirado da oração sem causar prejuízo. Portanto, “de inglês” é um adjunto adnominal.

Predicativo do Objeto x Complemento Nominal

A diferença entre os dois é que o predicativo do objeto dá uma característica ao objeto, do tipo “o objeto é + predicativo do objeto”. O complemento nominal completa o sentido do objeto.  

Exemplo 1: “Eu considero o curso excelente”. O sujeito é o pronome “eu”, o verbo “considero” é transitivo direto e “o curso” é o objeto. O termo “excelente” caracteriza o objeto “o curso” (o curso é excelente). Logo, “excelente” é o predicativo do objeto.


Exemplo 2: “Nós temos necessidade de água”. O sujeito é o pronome “nós”, o verbo “temos” é transitivo direto e “necessidade” é o objeto. O termo “de água” completa o sentido do objeto, respondendo a pergunta “necessidade de quê?”. 

Próximo assunto: Aposto e Vocativo
Assunto anterior: Predicativo

Nenhum comentário:

Postar um comentário